• Amandio Morgado

A epidemia oculta!

Hoje nossa reflexão será sobre epidemia.

Você já deve estar pensando: lá vem mais uma discussão sobre o corona e política, se o isolamento social é ou não eficaz no combate ao vírus. Fiquem tranquilos, esta reflexão não é sobre isso. Sei que seu tempo, assim como o meu, é escasso. Por isso peço a oportunidade de sua leitura até o final. Será breve e quem sabe, intenso.

Segundo dados da OMS, uma pessoa acaba com sua própria vida a cada 40 segundos.

Isso significa dizer que 800 mil pessoas cometeram suicídio em 2019.

A depressão é a principal causa. As pessoas estão tirando sua própria vida por falta de perspectivas de futuro e de motivação pela vida.

Perspectiva de futuro e motivação pela vida tem a ver com felicidade autêntica, com bem-estar; como definiu muito bem Santo Agostinho, “Felicidade é seguir desejando aquilo que já se possui.”, e não com alegria e prazer, que segundo Frédéric Lenoir, são experiências mais imediatistas de satisfação. A busca incessante por essas experiências momentâneas e imediatistas é a principal forma de propagação dessa epidemia. Geralmente após atingir seu objetivo imediatista, já há necessidade de outro, e outro, e outro, provocando um vazio eterno dentro do ser.

Estamos deixando nossos propósitos de lado, enterrando nossas sombras na esperança ingênua que irão desaparecer e vivendo com foco no próximo objetivo material.

Mas há possibilidade de tratamento.

E pasmem, ele já existe há 2500 anos.

Sócrates incitava que o autoconhecimento deveria ser praticado por todos a todo momento e em todos os lugares. O autoconhecimento é a admissão da própria ignorância. É a busca da essência, da felicidade autêntica que está dentro de nós mesmos.

E para fechar esta reflexão sobre a “epidemia da falta de perspectiva do futuro” deixo uma pergunta que Steve Jobs fez:

“Se você soubesse que seu último dia de vida está bem próximo, você faria exatamente aquilo que planejou fazer hoje?

Caso responda “não!” durante um longo período, encare isso como um sinal de que algo precisa ser radicalmente modificado em sua vida”.


2 visualizações
CONTATO
  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • YouTube

© 2018 Viver em Plenitude